Skip to Content

Fundo Social Soberano nas mãos do povo brasileiro

  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 744.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /data_cpro6462/ranp/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.

Clique aqui para ouvir(6'05'' / 1,38 Mb) - Até pouco tempo, informações oficiais apontavam que o Brasil possuía uma reserva de 14 bilhões de barris de petróleo – quantidade suficiente para abastecer o país durante 18 anos. Mas este cenário mudou. De acordo com o economista e assessor da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Henrique Jäger, com o anúncio das descobertas da camada pré-sal, as reservas podem ser duplicadas em apenas dois anos. Em valores financeiros isso significa uma injeção na economia brasileira de aproximadamente US$ 5 trilhões, tendo como referência apenas dois campos de petróleo desta imensa reserva.

Os movimentos sociais defendem a criação de um Fundo Social Soberano para garantir que esses recursos atendam as necessidades do povo brasileiro.

O governo federal sinaliza criar um fundo para gerenciar os lucros obtidos com a exploração das novas jazidas. Na avaliação do integrante da coordenação nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stedile, apenas a pressão popular vai garantir a destinação social desses recursos. Segundo ele, os recursos do Fundo Soberano só serão investidos em educação, saúde, reforma agrária e geração de empregos se ocorrer uma grande mobilização popular.

 “O petróleo é um recurso natural e de propriedade do povo brasileiro, como estabelece a Constituição. Não basta que o governo Lula encaminhe uma lei ou que os deputados discutam. O fundamental é que a população participe para que ela tenha de fato opinião sobre qual a melhor forma de utilizarmos este recurso que é de todos.”

De acordo com Stedile, a reivindicação popular deve ser pela criação de um conselho social, com a representação dos movimentos sociais e da sociedade, para gerenciar e decidir onde investir os recursos. Stedile ainda ressalta que os recursos do pré-sal estão em disputa com as elites do país, que devem propor os investimentos dessas riquezas visando seus próprios interesses.

“Os empresários também vão se mobilizar. Eles estão dizendo na imprensa que é ótimo um fundo soberano, pois vão aplicar esse dinheiro no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), em infra-estrutura e na modernização de portos. Isso é problema do capital. Temos que usar os bens da natureza, que é do povo, para resolver os problemas do povo. Eles que busquem dinheiro nos bancos, já que gostam tanto deles.”

No caso da agricultura, os investimentos devem ser feitos na transição para um modelo agrícola que privilegie a produção de alimentos saudáveis, além de um programa de reflorestamento. Entre outras dívidas históricas com o povo brasileiro, está o déficit de moradia que, no Brasil, é de 7,2 milhões de casas. No caso da educação, o Brasil possui apenas 11% dos estudantes nas universidades.

 Os estudantes, por sua vez, foram protagonistas nas lutas que resultaram, ainda na década de 50, no monopólio da União sobre o petróleo e na criação da Petrobras. A União Nacional dos Estudantes (UNE) promete que vai se mobilizar para que o povo se aproprie dos recursos do pré-sal. Por isso, a entidade defende o fim dos leilões das áreas do pré-sal e a mudança do atual marco regulatório.

O Presidente da entidade, Augusto Chagas, comenta que a UNE vê o tema do pré-sal como uma chance para o debate sobre o investimento no setor de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

“É constitucional que destine boa parte da riqueza gerada por essa exploração para as questões sociais, em especial para a educação. Ainda estamos muito distantes da bandeira histórica de luta do movimento educacional do Brasil, que é destinar 10% do PIB brasileiro para o setor educacional. Só com mais investimento em educação é que vamos construir um país mais desenvolvido e com mais justiça social.”

 Na opinião do Secretário Nacional de Movimentos Populares do Partido dos Trabalhadores (PT), Renato Simões, é importante o engajamento da militância petista nesta luta para assegurar que os recursos sejam destinados ao povo brasileiro. Uma vez que, de acordo com ele, as bandeiras das forças conservadoras serão contrárias ao uso social dos recursos do pré-sal.

“Não tenho dúvida que os grandes grupos econômicos, os setores conservadores e privatistas da sociedade brasileira disputarão agora no Congresso Nacional; em 2010, nas eleições presidenciais; e nas ruas se necessário, bandeiras contrárias às que estão sendo defendidas pelo campo democrático popular. Por isso, não será a frio que conquistaremos esse elemento e vários outros da campanha.”

Leia e ouça todos os programas da série especial "O petróleo tem que ser nosso":

Programa 1 - Petróleo no Brasil: memória de lutas populares

Programa 2 - Pré-sal, uma riqueza desconhecida em risco

Programa 3 - As reservas de petróleo e a luta por soberania nacional

Programa 4 - Fundo Social Soberano nas mãos do povo brasileiro

Programa 5 - Uma outra inserção do Brasil no contexto mundial

Programa 6 - O petróleo e as novas fontes renováveis

Programa 7 - Mobilização: um caminho para o povo brasileiro 



Ficha técnica

Coordenação: Danilo Augusto

Revisão de conteúdo: Ana Maria Amorim, Aline Scarso, Desirèe Luíse e Pedro Carrano

Reportagem: Pedro Carrano

Vinhetas: Dafne Melo e Nilton Viana

Sonoplastia: Adílson Oliveira e Jorge Mayer

Locução: Ana Maria Amorim e Pedro Carrano

Comentários

Bawa We Lah

I have to thank you for the efforts you have put in penning this site. I really hope to see the same high-grade blog posts by you in the future as well. In truth, your creative writing abilities has encouraged me to get my very own blog now Obat Diare Anak Obat Kaki Rayapan Obat Batu Ginjal 

Adidas Yeezy Boost 350 v2

Belleville shoe can be a around the Adidas Yeezy Boost 350 v2 white world known firm who materials both equally army resources along with shoe during the last many years to be able to consumers Adidas Yeezy Boost 350 v2 just like you and also us. Adidas Yeezy Boost 750 Belleville shoe is also one of the main manufacturers associated with shoe on the subject of military personnel and http://www.yeezyboost750shoes950.com/ the've a lot more than 100 years of expertise to make these types of excellent merchandise. If you're looking Yeezy 750 Boost with regard to shoe which might be ideal for usage outdoors -- regardless of whether from the chilly Yeezy Boost or perhaps the warm, after that Belleville shoe could be the firm in your case. You will see a number of Adidas Yeezy Boost 350 v2 kids off-line outlets that supply most of these shoe, playing with our sincere view, the right Yeezy Boost 350 v2 black spot to shop for these Yeezy Boost 750 people is appropriate on the web. There are a few good quality online stores in which deliver the best as well as Yeezy Boost 350 v2 zebra the most current shoe with the business and gives to be able to go shopping on reasonably Yeezy Boost 350 v2 kids priced premiums. Exactly why are generally most of these shoe quite popular? Very well, in all truth there Yeezy 350 Boost are a few factors behind of which. To start, they were the primary brands to offer Adidas Yeezy 350 Boost merchandise towards the armed forces with Yeezy Boost 950 the demands that military personnel need to use for things such as equipment as well as shoe. Well, Belleville shoe outperforms those needs Adidas Yeezy Boost 350 v2 zebra in many more technique than the usual. Additionally they'll use among the better excellent resources on the market and although they can be Adidas Yeezy Boost 350 v2 black modern from the engineering they will use, they nevertheless even today place ease and Adidas Yeezy Boost 350 v2 cream comfort, longevity and safe Adidas Yeezy 750 Boost practices in place. If you're searching on the web with regard to Belleville shoe you'll find many different options offered at the clicking Adidas Yeezy Boost 550 of your computer mouse button. You can look upon military services sites, shoe web-sites and even more. These shoe also Adidas Yeezy Boost have a number of capabilities such as Yeezy Boost 550 metal idea, steel feet, Damaging the teeth Tolerant, Bloodborne Virus Resilient, Warm weather, Winter coated, EH, Heating in addition to Fireresistant and even more. Fundamentally, Belleville shoe Yeezy Boost 350 v2 cream includes a shoe for any need to have Adidas Yeezy Boost , every individual and every situation you could possibly come upon in either your power Yeezy Boost 350 v2 white or perhaps in your very own lifestyle. What's more, it's probably one of the primary reasons most of these Yeezy 350 v2 shoe are extremely well-known ( space ) these are variable functional and can be applied just about anywhere for anyone.